Posted by : Gus Dec 31, 2016


Olá. É o Gus, espero que não tenham esquecido que eu existo /qqq. Vamo lá, primeiro eu tenho que fazer um grande, enorme, pedido de desculpas. Vou tentar ser o mais honesto possível aqui. Fatos: o último capítulo, o prólogo, foi postado no final de setembro e os meses seguintes foram bem tensos, no mínimo. Estava ocupado com tanta coisa: desde escola (a minha tem mais provas do que aulas, diga-se de passagem) até ensaios de apresentação de música. E várias outras coisas que não posso/não quero/ não vale a pena citar e que atormentaram. "Mas Gus, foi esse o real motivo da demora ou você tá dando desculpinha porque é irresponsável mesmo?" Opção 2. Minha mente estava muito ocupada com muitas outras coisas e Unova estava em segundo plano, não vou mentir, mas não porque eu queria mantê-la em segundo plano, mas sim porque... bem, eu estava com o bloqueio criativo bem forte. Sou daqueles que só consegue escrever um capítulo com a história inteira planejada e demorou pra um planejamento aparecer sólido e agradável na minha mente. Refiz tudo no mínimo 4 vezes. O capítulo 1, pelas minhas contas, foi refeito cinco vezes. Mas finalmente, consegui planejar tudo certinho e deu tudo certo. Os compromissos diminuíram, e agora estou de férias e tá tudo bem, acho que vai dar pra escrever e postas capítulos mais rápidos agora. (um agradecimento especial para meus bbs Anne e Haos por ficar tanto tempo comigo nas madrugadas planejando Unova, seus lindos <3) Desculpa, desculpa, desculpa. É isso.


Capítulo, ok. Tava bem nervoso em relação ao primeiro capítulo (continuo, inclusive) e fiquei cheio de incertezas quanto a postá-lo. Mas aqui está ele, depois de muitas remendas, tempo e frustração. 
GIPHY Originals reaction excited yes applause
Spoilers aqui, claro. O capítulo começa com o Wade, um personagem autoral, que tem muito de mim, e eu espero muito que vocês gostem. É um dos protagonistas e eu escolhi revelar pouco dele pra que vocês possam descobrir com o decorrer da trama. Sem muitos comentários aqui pra não estragar. 

Depois do curto POV do Wade, vem o POV do Hilbert, que permanece pelo resto do capítulo. Outro personagem que consegue ter muito e pouco de mim ao mesmo tempo. Ele sonha em ser um Pesquisador Pokémon, como fica bem óbvio, depois de ser assistente de Juniper por muito tempo. Decidi trocar a mãe solteira do protagonista como de costume em todos os jogos por um pai solteiro carismático ~porque se não fosse pra quebrar padrões a gente não teve nem aqui né nom~. Hilbert tem grandes sonhos, quais compartilho, e tem um misto de segurança, mas que também guarda um certo idealismo (ENFP, talvez?). Logo depois vocês também conhecem Bianca e Cheren, que apesar de não muito explorados nesse capítulo, ainda vão aparecer muito no enredo.

Durante o capítulo todo, eu tentei ~really hard~ criar um clima ideal pra Nuvema, como uma cidadezinha no meio do nada (sem sabor de chocolate /qqq) que desperta nostalgia, conforto e alegria, mas que também incomoda por suas limitações e simplicidade extrema. Para os que procuram calma, o melhor lugar. Para os que procuram novidade, como Hil... nem tanto. 

No final, eu usei um quiprocó básico para desenvolver tudo e levar a história pra frente. Essas grandes corporações citadas ainda vão dar muito o que falar em Unova, é bom ficarem atentos. E o nosso inicial é... Deerling! Pode ter sido inusitado, mas tudo tem um propósito e é um Pokémon muito legal e fofinho. Shiro foi meio que o nome de última hora (thanks Anne dnv vc só me salva) mas me agradou bastante. Você teria coragem de criticar essa criaturinha? 

pokemon
Pouca coisa aconteceu como um todo, mas é um capítulo de apresentação, after all. Espero que tenham gostado e espero que eu consiga publicar capítulos mais rapidamente (juro que vou tentar muito!). 

Aquelas musiquinhas 

Para o capítulo 1, a música que mais inspirou foi Vilarejo, da Marisa Monte. Tá, não é completamente o clima de Nuvema, mas é bastante. Conheci ela muito tempo atrás e era uma das minhas preferidas da Marisa, só que estava escrevendo esse capítulo e nem me lembrei dela na hora. Até que ouvi ela em uma apresentação dos meninos do The Voice Kids e minha mente ficou tipo "aaaaa essa música é muito Nuvema como não tinha pensado antes socorro!!!" Não é muito comum ter música nacional como OST pela Aliança, mas essa merecia <3. 


Sobre final de ano, 2016 e 2017

Sim, eu sei que todo mundo já disse que 2016 foi um ano m*****. E foi mesmo. Tanta coisa ruim aconteceu que parecíamos estar vivendo em uma realidade alternativa em que tudo de mais surreal poderia acontecer a qualquer momento - e aconteceu em vários momentos. 

Não foi um ano piedoso: tragédias humanitárias aconteceram por todo mundo, como de costume, mas agravadas. Ídolos e ícones da cultura pop (alguns da comunidade LGBT+ também) nos deixaram. Ah, David Bowie... Prince, George Michael... E o que dizer da nossa empoderada e maravilhosa ex-Princesa Leia, agora General Organa, Carrie Fisher? 

Elencar as coisas ruins desse ano poderia me trazer problemas, então me resta falar das coisas boas. Foi o ano em que comecei Unova. E embora tenha publicado apenas dois capítulos nele, me deu gás para continuar nos próximos anos. Que em 2017 consiga publicar muitos e muitos capítulos e realizar as ideias que tenho na cabeça já há muito tempo. 

2017 tem tudo pra ser pior, mas precisa ser melhor. E pra todos vocês que estão lendo isso dia 31, ou dia 1 de janeiro de 2017, meu sincero Feliz Ano Novo! Parabéns por ter chegado aqui principalmente se você for de alguma minoria porque não foi fácil e vamos seguir para o próximo nível. Beijos de luz <3




Leave a Reply

Subscribe to Posts | Subscribe to Comments

- Copyright © 2016 Aventuras em Unova - Escrito por Gus - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -